Caixinha de costura







"Venho costurando minha vida

com linhas de saudade.

Procuro equilibrar-lhes a cor

para que o resultado final não seja triste.

Por vezes, é o cinza que insiste;

por vezes, impera o marrom.

Ainda bem que tem saudade bonita;

mudo o tom, amarro fitas,

busco a outra ponta do novelo;

intercalo a trama em amarelo.

A saudade é assim mesmo,

tecelã do tempo.

Quando menos se espera,

arremata o momento,leva embora,

deixa a porta encostada, o cadarço de fora,

e nunca avisa a hora de voltar.

Ainda hei de costurar com verde florescente

e, se a saudade chegar autoritariamente,

vai se sentir enfraquecida.

Enquanto procuro a cor,

vou costurando a vida,

sem saber qual vai ser o resultado.

Caso ele não fique combinado,

dou um nó, encosto agulha, guardo a linha,

que essa culpa roxa não é minha.

É uma artimanha branca do passado."
 
(Flora Figueiredo)



Um comentário:

Art's by Catita disse...

Olá amiga!!

Lindo seu trabalho. Ameeei!!

Gostaria de lhe convidar a conhecer meu bloguinho...http://artsbycatita.blogspot.com.br
Ficarei feliz em vê-la por lá!!
bjokas no seu ♥